Dr Carlos Irisarri
(Espanha)
Ex-Presidente da Sociedade
Espanhola de Cirurgia de Mão.
Dr. Enrique Vergara-Amador
(Colômbia)
Presidente da Sociedade
Colombiana de Cirurgia de Mão.
Dr. José María Rotella
(Argentina)
Ex-Presidente da Sociedade
Argentina de Cirurgia de Mão.
Dr. Pedro Delgado
(Espanha)
Redator-chefe da Revista
Iberoamericana de Cirurgia de Mão(RICMA).
Com o objetivo de reunir médicos especialistas em cirurgia da mão, vindos de todo o país e também do exterior, foi realizado o 2° Simpósio Internacional de Trauma de Mão, entre os dias 31 de outubro e 01 de novembro. O simpósio ocorreu juntamente com Encontro da Regional Sul da SBCM (Sociedade Brasileira de Cirurgia da Mão), no anfiteatro do Hospital Mãe de Deus, em Porto Alegre. Contando com a participação de profissionais de várias áreas da saúde que participam do tratamento das lesões da mão, sendo considerado o maior encontro de cirurgia de mão da região Sul do Brasil.
Organizador do Simpósio, o cirurgião Ricardo Kaempf, informa que esse ano houve uma inovação no simpósio, que contou com a presença de renomados especialistas estrangeiros. Entre os convidados internacionais,participaram os doutores: Carlos Irisarri (Espanha), ex-presidente da Sociedade Espanhola de Cirurgia de Mão e chefe do Hospital Nossa Senhora de Fátima (Vigo); Enrique Vergara-Amador (Colômbia), presidente da Sociedade Colombiana da Cirurgia de Mão e professor de Ortopedia da Faculdade de Medicina da Universidade de Colômbia e José María Rotella (Argentina), ex-presidente da Sociedade Argentina de Cirurgia de Mão e cirurgião de Mãoe chefe da cadeira de Ortopedia e Traumatologia da Universidade de Tucumán. Também participou do evento a presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgia de Mão, Dra. Giana Giostri, do estado do Paraná.
Segundo o Dr. Ricardo essa foi uma oportunidade ímpar para que os especialistas em cirurgia de mão do sul do Brasil tivessem contato e trocas de experiências com colegas vindos de outros países. O simpósio desse ano deu ênfase tratamentos das patologias mais frequentes tratadas pelo cirurgião de mão na urgência, entre elas as fraturas e lesões ligamentares do punho e mão, as lesões cortantes de tendões e nervos, a lesão traumática de ponta de dedo (unha e polpa digital) e cobertura cutânea. Também houve uma sessão voltada para as lesões nas crianças, onde foi debatido o tratamento das deformidades congênitas do membro superior.
Ricardo Kaempf de Oliveira - Organizador do Simpósio
Henrique Ayzemberg - Diretor Regional Sul

PATROCÍNIO

APOIO

REALIZAÇÃO